|Resenha| Poseidon

Título Original: Of Poseidon
Autora: Anna Banks
Editora: Novo Conceito
Nº de Páginas: 285
 Além da beleza fora do comum, com seu cabelo quase branco e seus olhos cor de violeta, Emma chama a atenção por ser um pouco desajeitada. Ela não se sente muito à vontade em lugar nenhum... E não sabe que sua misteriosa origem é fonte dessa sensação.
 Galen, príncipe dos Syrenas, vasculha a terra procurando uma garota especial, capaz de se comunicar com os peixes - e que poderá salvar seu reino. Quando ele se encontra com Emma, a conexão é imediata: embora não saiba, Emma parece ter o dom que Galen procura.
 Mas então, porque ela não conseguiu salvar sua melhor amiga do ataque do tubarão?
 Cabe ao príncipe convencer a teimosa Emma a enfrentar sua real natureza e aceitar o desafio. E nada pode impedi-lo de alcançar seu objetivo.

Encontre o Livro: Skoob | Submarino | Saraiva

 Sempre digo como é bom sermos surpreendidos por um livro, né? E foi isso que aconteceu com Poseidon, primeiro da série O Legado de Syrena, um dos lançamentos de fevereiro da Novo Conceito. Tinha achado essa capa maravilhosa, mas só, nem tinha dado atenção. Foi quando o peguei pra dar uma olhada que não consegui largá-lo.
 Nele, conhecemos Emma McIntosh, uma garota de 18 anos que está curtindo as férias com a melhor amiga Chloe nas praias da Flórida quando literalmente esbarra Galen, um garoto lindo e sua irmã ma-humorada Rayna. Os dois percebem uma conexão estranha desde o começo, mas deixam isso passar.
 Logo depois, Chloe é morta por um tubarão. Galen que observa tudo de longe, percebe que o comportamento de Emma no mar não é normal, ela parece ter total controle sobre a situação, controle típico dos Syrenas, seres místicos que habitam o fundo do oceano.
 Os dias passam e Emma não poderia estar mais arrasada, afinal tudo lembra sua amiga. Então logo no seu primeiro dia de volta ao colégio, ela encontra Galen em todas suas aulas. Isso não pode ser coincidência.
 Galen está de volta para mostrar a Emma que ela não é uma garota normal, ela na verdade tem sangue dos Syrenas, e pode ter a chave para unir os reinos de Tritão e Poseidon, que há muitos anos estão em guerra.
 Mas como ignorar toda sua vida humana, tudo que acreditava, para aceitar sua nova condição "aberração aquática"? Não será uma tarefa fácil para Galen convencê-la.
 O que acontecerá se eu puder me transformar em um peixe? Ele acha que vou simplesmente me despedir de minha mãe, deixar de lado todas as minhas notas boas, todas as bolsas de estudo e sair nadando com os golfinhos?
 Pág. 50
 Gostei muito da mitologia criada em cima dos Syrenas. Existem vários fatos que só deixaram a história mais interessante.
 Os capítulos são divididos entre os pontos de vista de Emma e Galen, e assim podemos ter uma boa noção do que acontece em terra e em mar.
 Sobre os personagens, também gostei de (quase) todos. Galen é lindo do tipo galã de série adolescente, mas não sabe disso por simplesmente não ser humano. E por não saber quase nada sobre a nossa espécie, isso o torna muito ingênuo, e engraçado. Já Emma, apesar de gostar um pouco dela, a achei mimada e teimosa em muitas partes, colocando a própria vida em risco várias vezes só para contrariar Galen, por isso a achei meio infantil.
 Os personagens secundários também merecem destaque. Rayna é cheia de atitude, e apesar de não ter medo de dizer o que pensa, é incrível quando a conhecemos melhor. Ela vive fugindo de Toraf, melhor amigo de Galen e seu noivo por imposição de Grom, seu outro irmão. Toraf é super engraçado e irônico, e nos garante boas risadas enquanto tenta domar a fera que é Rayna e tirar Galen do sério (sua especialidade).

 Um dos pontos fortes do livro é o humor. Dei muita risada com as situações que Emma se mete, com o temperamento de Rayna e com os comentários desnecessários de Toraf.

 Antes de Poseidon, nunca tinha lido nenhuma história sobre sereias e acho que comecei muito bem. O final é simplesmente inesperado. Assim que cheguei na última frase fiquei "NÃO, NÃO ACREDITO!" Mal vejo a hora de ler a continuação e saber o que acontece.
 Um romance intrigante, engraçado e viciante.

★ ★ ★ ★

12 comentários:

  1. Oi Stéph :)

    Nossa eu não imaginava que esse livro tinha toques de humor inseridos a estória. Sou louco para ler algo sobre sereias e acho que começarei por este livro. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não imaginava que fosse tão legal. Recomendo muito pra começar suas leituras sobre sereias.
      Depois me conta o que achou.
      Beijos!

      Excluir
  2. Gostei muito da premissa do livro. Adoro fantasia e a sua resenha me deixou muito curiosa.

    Amei o blog e estou seguindo.

    M&N | Desbrava(dores) de livros

    ResponderExcluir
  3. Estava em dúvida se leria ou não o livro, mas gostei da sua resenha e fiquei empolgada!
    Vouy add na listinha de leitura!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  4. Desde o lançamento do livro eu achei a premissa dele bacana e fiquei intrigada pela história, muito bacana! A capa também é linda e eu estou apenas esperando uma oportunidade para realizar a leitura.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também estava bem curiosa. Espero que goste.
      Beijos!

      Excluir
  5. Estou doida para ler esse livro!
    Ai primeira resenha que leio e já adorei tudo, apesar que fiquei meio sentida pela melhor amiga.. que chato =/

    E essa capa é maravilhosa

    bjs

    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É chato mesmo, sorte que o livro não foca nisso.
      Linda a capa, né?
      Beijos!

      Excluir
  6. Oi Stéph.
    Bom vamos começar falando dessa capa linda né, a história parece ser muito boa e impressionante.
    Já estou seguindo o blog, lindo aqui.
    Beijos, Ariane.
    www.diariodostreze.blogspot.com Visita?

    ResponderExcluir
  7. A capa é mesmo linda.
    Obrigada por seguir. Pode deixar que vou visitar sim.
    Beijos!

    ResponderExcluir

Gostou? Deixe um comentário!