Sessão Pipoca: Elvis e Anabelle

Título: Elvis e Anabelle - O despertar de um amor.
Ano: 2007
Gênero: Romance / Drama
Classificação: ★ ★ ★ ★ 
Sinopse: O filme conta a história de amor entre uma miss do Texas e o filho de um coveiro. Durante um concurso de beleza a jovem miss Anabelle (Blake Lively) morre inesperadamente. Ao ser enbalsamada por Elvis (Max Minghella), ela milagrosamente ressuscita. Esse fato liga os dois jovens, que se apaixonam. Porém, cada um deles é assombrado por seus próprios problemas, e eles devem lutar para impedir que a vida separe o que a morte uniu.





Elvis e Anabelle foi um filme que me surpreendeu e muito. Ele é meio velhinho, então acho que algumas pessoas já viram.
 Eu não botava muita fé. Vi o trailer por acaso e achei interessante. Não AQUELAS coisas, mas interessante, o que mais me chamou atenção foi ver que era uma história de amor meio diferente do que estamos costumados. Então por acaso também o achei na locadora escondido no meio de outros filmes antigos e decidi ver. E adorei ter feito essa escolha.
 O começo é meio dramático, confesso. Ele conta a história dos dois personagens principais antes deles se conhecerem. Anabelle, a modelo adorada do Texas sofre pressão de todos os lados para ser perfeita e isso acaba a deixando depressiva, despertando distúrbios alimentares e pensamentos suicidas. Elvis cuida do pai que ficou doente depois de uma agressão e a morte trágica da esposa. Vendo que o pai não tem mais condições de exercer a profissão de embalsamador, Elvis faz o trabalho por ele escondido, pois não tem permissão para fazer isso. E como se não bastassem as dificuldades, ele ainda é chamado de estranho e isolado por onde passa, o que o faz querer ficar ainda mais dentro de casa, escrevendo seus contos de terror.
 A história começa a mudar depois de Anabelle ter um ataque cardíaco no meio de um desfile e ser dada como morta, o que abala a cidade do Texas. Quando ela vai ser embalsamada por Elvis, ele vê como ela é linda e acaba a beijando, e ela "ressuscita" na hora.
 Após essa experiência traumática, Anabelle percebe o quanto o mundo da fama está fazendo mal e prefere se refugiar na casa de Elvis e ter um tempo pra pensar. E um acaba mostrando para o outro uma visão diferente da vida.



 Daí já dá pra imaginar o que acontece, certo?
 Errado!
Como é dito na sinopse, eles são muito diferentes um do outro e isso é um grande problema, mas talvez seja até algo bom. Só vendo para descobrir.
 E é por isso que eu disse que o filme é surpreendente, cheio de altos e baixos, dramas e romance, acho que foi isso que me fez gostar tanto.
 Além de tudo, uma coisa que eu adoro em filmes, é quando eles acrescentam alguma coisa em nossas vidas, quando nos fazem pensar em alguma situação, quando nos dão uma lição de vida. E "Elvis e Anabelle" faz isso. Ele nos faz pensar sobre a questão do milagre. Será que existem milagres mesmo ou tudo não passa de coincidências?

 "Para cada tragédia terrível nesse mundo, houve um milagre que surgiu disso."

 É por isso tudo que eu recomendo o filme, vocês não irão de arrepender, assim como eu.
 Ficaram interessados? O trailer está logo abaixo.




 Gostaram? Já viram o filme e concordam comigo? Ou  não?
 Lembrando que qualquer sugestão, crítica ou elogio, é só comentar.

6 comentários:

  1. Muito lindo esse filme *-*

    já seguindo,poderia retribuir,garanto que não vai se arrepender.

    http://variedadesdecoisasparagarotas.blogspot.com.br/

    Bay Bjs o/

    ResponderExcluir
  2. Ainda não assisti, mas fiquei curiosa!

    BJokas

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Nunca tinha ouvido falar nesse filme, mas gostei da história.
    Vou procurar por aqui. xD

    bjs
    Gabi Lima
    http://livrofilmeecia.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Acabei de assistir. É emocionante!! Realmente não é um filme clichê, mas um enredo que surpreende. Recomendo!!

    ResponderExcluir
  5. Assisti por causa da atriz Blake Lively (😍sou fã de gossip girl😜) e confesso que não tinha muita expectativa até me encantar pelos personagens e a história de cada um. É dramático, romântico e como você mesma citou nos faz parar e refletir o que não acontece muito em filmes hoje em dia. Já assisti algumas vezes e pretendo ver de novo porque é muito bom. Recomendei a amigos e eles também gostaram. Matéria bem legal. Gostei. Não pare de postar.

    ResponderExcluir
  6. Vim assistir o filme pela Blake Lively mas adorei a história, mostra aquele romance de 8 ou 10 anos atrás dos filmes mais antigos em que o amor move montanhas independente de estranhesas!

    ResponderExcluir

Gostou? Deixe um comentário!